Whatever It Takes | Imagine Dragons



Whatever It Takes | Imagine Dragons

A cair rápido demais para me preparar para isto
Tropeçar no mundo pode ser perigoso
Toda a gente a circular, é voraz
Negativo, nepotismo

Todos estão à espera da queda do homem
Todos rezam pelo fim dos tempos
Todos esperam que possam ser os escolhidos
Eu nasci para correr, eu nasci para isto

Chicote, chicote
Domina-me como um cavalo de corrida
Puxa-me como a corda do pára-quedas
Parte-me e reconstrói-me
Eu quero ser o deslize, deslize
A palavra no teu lábio, lábio
A carta que rasgas, rasgas
Parte-me e reconstrói-me

O que for preciso
Porque eu adoro a adrenalina nas minhas veias
Eu faço o que for preciso
Porque eu adoro a sensação de quando eu quebro as correntes
O que for preciso
Tu levas-me ao topo, estou pronto para
O que for preciso
Porque eu adoro a adrenalina nas minhas veias
Eu faço o que é preciso

Sempre tive medo de ser típico
Olho para o meu corpo sinto-me miserável
Sempre pendurado no visual
Eu quero ser invisível



A olhar para os meus anos como um martírio
Todos precisam de fazer parte deles
Nunca fui o suficiente, sou o filho pródigo
Eu nasci para correr, eu nasci para isto

Chicote, chicote
Domina-me como um cavalo de corrida
Puxa-me como a corda do pára-quedas
Parte-me e reconstrói-me
Eu quero ser o deslize, deslize
A palavra no teu lábio, lábio
A carta que rasgas, rasgas
Parte-me e reconstrói-me

O que for preciso
Porque eu adoro a adrenalina nas minhas veias
Eu faço o que for preciso
Porque eu adoro a sensação de quando eu quebro as correntes
O que for preciso
Tu levas-me ao topo, estou pronto para
O que for preciso
Porque eu adoro a adrenalina nas minhas veias
Eu faço o que é preciso

Hipócrita, egoísta
Não quer ser o parênteses, hipotético
A trabalhar sobre algo de que estou orgulhoso, fora da caixa
Uma cola para o mundo e a visão que perdemos
Sou um apóstrofo
Eu sou apenas um símbolo para lembrar-te de que há mais para ver
Sou apenas um produto do sistema, uma catástrofe
E ainda assim uma obra-prima, e ainda estou meio doente
E quando eu morrer
Pelo menos vou para o túmulo e morro feliz
Deixo o corpo da minha alma ser parte de mim
Eu faço o que é preciso

Mais Letras Imagine Dragons

O que for preciso
Porque eu adoro a adrenalina nas minhas veias
Eu faço o que for preciso
Porque eu adoro a sensação de quando eu quebro as correntes
O que for preciso
Tu levas-me ao topo, estou pronto para
O que for preciso
Porque eu adoro a adrenalina nas minhas veias
Eu faço o que é preciso

***

Comentários