September Song - JP Cooper

Imagem
Nosso amor era forte como um leão
Suave como o algodão em que te deitas
Vezes que ficamos quentes como um ferro
Tu e eu
Nossos corações nunca foram partidos
Nós éramos tão inocentes querida
Nós costumávamos conversar até de manhã
Tu e eu
Nós tínhamos a mixtape em cada fim de semana
Tenho que repetir, tenho que repetir
Tu foste a minha canção de setembro, o verão durou muito tempo
O tempo move-se tão lentamente, quando tens apenas quinze anos
Tu foste a minha canção de setembro, diz-me para onde foste?
Lembras-te de mim, nós só tínhamos quinze anos


E eu, eu lembro-me do coro, eles estavam a cantar para nós
Tu foste a minha canção de setembro, diz-me para onde foste?
Lembras-te de mim, nós só tínhamos quinze anos
Às vezes penso que vejo o teu
Rosto nos lugares mais estranhos
Na estação de metro
De passagem
Tenho um leve senso de perigo
Sinto como se o meu coração não aguentasse
Porque se nos encontrássemos seríamos estranhos
Tu e eu
Ainda toco essa mixtape todos os fins de semana
Tenho que repetir, tenho que rep…

Believer - Imagine Dragons

Believer - Imagine Dragons
 
Em primeiro lugar
Vou dizer todas as palavras dentro da minha cabeça
Estou animado e cansado da maneira
Que as coisas aconteceram, oh-ooh
Da maneira que as coisas aconteceram, oh-ooh
Em segundo lugar
Não me digas o que achas o que eu posso ser
Eu sou o único na vela, eu sou o mestre do meu mar, oh-ooh
O mestre do meu mar, oh-ooh
 
Eu fui destruído desde muito jovem
Levando o meu mau humor às multidões
Anota os meus poemas para os poucos
Que olham para mim, tiram para mim, sacodem para mim, sentem-me
Canto com um coração partido pela dor
Apanho a minha mensagem que está nas veias
Falo da minha lição que está no cérebro
Vejo a beleza através da
 
Dor!
Fizeste-me um, fizeste-me um crente, crente
Dor!
Tu destruíste-me, tu construíste-me, crente, crente
Dor!
Eu deixei as balas voarem, oh deixa-as cair
Minha sorte, meu amor, meu Deus, eles vieram da
Dor!
Fizeste-me um, fizeste-me um crente, crente
 
Em terceiro lugar
Envia uma oração para aqueles que estão lá em cima
Todo o ódio que ouviste
Transformou o teu espírito numa pomba, oh-ooh
O teu espírito lá em cima, oh-ooh
 


Eu sufocava na multidão
Com o meu cérebro nas nuvens
A cair como cinzas no chão
Esperando que os meus sentimentos, se afogariam
Mas nunca aconteceu, sobreviveram, livres e naturais
Inibidos, limitados
Até que terminou e choveu
A chuva caiu como
 
Dor!
Fizeste-me um, fizeste-me um crente, crente
Dor!
Tu destruíste-me, tu construíste-me, crente, crente
Dor!
Eu deixei as balas voarem, oh deixa-as cair
Minha sorte, meu amor, meu Deus, eles vieram da
Dor!
Fizeste-me um, fizeste-me um crente, crente
 
http://letrasmusicaspt.blogspot.pt/search?q=imagine+dragons
 
 
Em último lugar
Pela graça do fogo e das chamas
Tu és o rosto do futuro
O sangue nas minhas veias, oh-ooh
O sangue nas minhas veias, oh-ooh
Mas nunca aconteceu, sobreviveram, livres e naturais
Inibidos, limitados
Até que terminou e choveu
A chuva caiu como
 
Dor!
Fizeste-me um, fizeste-me um crente, crente
Dor!
Tu destruíste-me, tu construíste-me, crente, crente
Dor!
Eu deixei as balas voarem, oh deixa-as cair
Minha sorte, meu amor, meu Deus, eles vieram da
Dor!
Fizeste-me um, fizeste-me um crente, crente
 
***
 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Perfect Strangers - Jonas Blue, JP Cooper

Treat You Better - Shawn Mendes

Grow - Frances